segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Sobre os motivos, a calma e a razão!


Então disse a Mulher de Fé à sua alma: “Cala-te, aquieta-te, aprenda a esperar em paz, respeite as decisões do tempo. Nem sempre a melhor maneira de sermos vistos e compreendidos é assim, manifestando-se tempestuosa, sacudindo o barco, ameaçando seus tripulantes, fazendo exigências implacáveis. Apresente-se com delicadeza, saiba mostrar os seus motivos sem perder o ar, a calma e a razão. Vamos, não fique assim, tão angustiada”. Sua alma parece ter entendido o recado. Está mais calma e certamente saberá esperar os seus milagres em paz.

Nenhum comentário: