domingo, 14 de setembro de 2014

Sobre coisas que revelam quem nós somos!


O Soldado da Paz parte do pressuposto de que todos que estão ao seu redor são bem intencionados. Não quer viver desconfiando de ninguém, embora saiba que alguns não empunham a mesma espada. “Os frutos manifestarão as intenções”, ele diz quando questionado, “é mais fácil esconder um elefante em baixo de uma mesa que as intenções de um coração”. O guerreiro está sempre atento aos pequenos gestos: uma palavra dita, a sinceridade do olhar, na maneira em que a pessoa trata alguém hierarquicamente inferior. “Somos revelados por pequenos gestos, não por grandes realizações”, ouvira seu guia dizer. E assim ele segue adiante. Confiando em todos, na certeza que alguns serão traídos por suas próprias intenções.

Nenhum comentário: