segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Sobre as dores que sofremos e causamos!


Às vezes todas as luzes parecem se apagar ao mesmo tempo e o Soldado da Paz fica sem saber direito o que fazer. Neste momento ele dá voz ao seu instinto. O guerreiro confia que seu coração logo lhe devolverá ao caminho e tudo voltará a ser como sempre foi. Claro, as feridas de uma vida sem direção ficaram e terá que carregá-las ainda por um tempo, mas logo serão apenas marcas que, apesar de estarem ali - e de lembrá-lo das dores de sofreu e causou, elas já não doem mais. O guerreiro está mais forte e preparado para cumprir sua missão.

Nenhum comentário:

Somos amor, suor e orgasmo!

Somos bondades e delitos que se entrelaçam, se aceitam e se equilibram. Os olhares, o sorriso – tudo em nós se comunica, se invade, se mistu...