sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Sobre sexo sem amor e comida sem sabor!


A vida, em seus âmbitos mais gerais, tem estado vazia como nunca. Viver sem verdade é como fazer sexo sem amar, como comer e não sentir sabor, como abraçar e não se aquecer, como dançar sem que haja música. Nunca fomos tão rasos, indiferentes e superficiais em nossas relações. Somos capazes de viver por anos ao lado de uma pessoa sem perceber as suas necessidades mais públicas e óbvias. O problema é que não olhamos mais nos olhos uns dos outros. Preferimos falar de nós mesmos e de nossos triunfos a ouvir o que o outro tem a nos dizer. Passamos em branco. Enquanto isso a vida está passando. Tomara que acordemos antes que seja tarde e tudo tenha passado definitivamente. 

Thiago Mendes

Nenhum comentário: