quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Sobre o tempo e a solidão!


Os anos se passaram muito rápido. Muito mais rápido do que eu imaginava. Estou aqui observando as estrelas pela janela e sinto minha alma tão vazia quanto o infinito que se estende diante dos seus olhos. Tentei exercitar minha mente e buscar algum alento. Tudo em vão. Hoje estou velho e quase sem futuro, e confesso que sinto saudades de quando era criança e daquele mundo sem sentido. Sim, o melhor de todos os meus mundos. Gostaria de voltar atrás e me prender àquele tempo, mas sei que o tempo não se importa com nossas preferências. Ele passa e vai nos carregando consigo sem perguntar se gostaríamos de ficar. É uma passagem obrigatória. O tempo está indo e nós com ele. Boa parte dos meus amigos já se foi. Não, sei que não irão voltar. Neste caminho só há passagens para ida. Talvez um dia possamos nos encontrar em algum ponto desta 
viagem. Se não nos vermos outra vez, adianto aqui o meu adeus.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: