segunda-feira, 29 de julho de 2013

Sobre algo mais precioso do que bagres e tilápias!


Avô e neto vão pescar. O menino parece não se preocupar com os peixes.
"Vovô?", ele fita o velho. “E quando eu não souber o caminho?”“Siga seu instinto. As respostas estarão aí dentro!”
“E quando eu tiver medo?” “Lembre-se da eternidade. Lá, tudo ficará bem!”
“E quando eu sentir saudades?” “Lembre-se dos momentos passados. Eles te ajudarão a suportar!”
“E quando eu desejar desistir de tudo?” “Lembre-se das promessas que fez a si mesmo e aos outros. Talvez assim as chamas reacendam aí dentro!”
“E quanto todos estiverem contra mim?” “Avalie seus comportamentos. Pode ser que eles não estejam contra, mas apenas vendo algo que só você não consegue ver!”
Os peixes não renderam como esperavam, mas certamente o menino levou para casa algo mais precioso do que bagres e tilápias. 

Thiago Mendes

Nenhum comentário: