quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Sobre o peso da culpa e o medo da luz!


Olá meu Senhor, aqui estou eu mais uma vez. Descobri que quanto mais fujo de Sua doce presença, mais me deparo com ela. É, eu sei, não há lugar para onde eu possa fugir. Tentei esconder-me nas entranhas das minhas solidões mais tristes, mas se ainda ali existia alguma luz, eras Tu, que amavas a mim, que nem mesmo reconhecia a companhia que me davas. Escondi-me na caverna dos meus medos e ali imaginei que jamais iria encontrar-me. Que bobagem, o Senhor havia chegado lá antes de mim. Hoje estou aqui para lhe dizer que estou cansado de fugir, quero Teus braços. Cansei de esconder-me em minhas trevas, quero Tua luz.  Cansei de caminhar sozinho, quero que estejas comigo em cada próximo passo da minha vida. Neste momento sinto-me em paz, algo que há dias não sentia. É bom saber que posso novamente ter o abraço de Pai sem o peso da culpa e sem o medo da luz.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: