segunda-feira, 12 de março de 2012

Sobre o filho que não veio!

Na última quarta-feira, (07), a minha amada esposa Fran que estava grávida de quatro meses sentiu dores na barriga. Fomos à maternidade, fizemos a ultra som e descobrimos que o bebê estava morto. Ela viu o corpinho. Era um menino e já estava todo formadinho. Foi um baque. Choramos juntos e fizemos mil perguntas ali calados. Lembramo-nos dos planos que tínhamos e das tentativas frustradas que tivemos em dar um nome ao bebê. Pensamos em Noah, Abel, Jeremias, Ezequiel, até que começamos a pensar na possibilidade do menino nascer sem que tivéssemos conseguido dar-lhe um nome. O menino não veio. Ficou na estrada. É como aquele amigo que liga avisando que virá, mas nunca chega. Fica no caminho, no meio da viagem. Mas porque? Sinceramente não sei. Talvez nunca saberemos. Mas continuo acreditando que isto foi o melhor de Deus manifestado de uma maneira que não conseguimos entender agora. Fica a dor da perda e as saudades de momentos que não chegamos a experimentar. Orem por nós. Se desejarem nos escreva. Não é fácil, mas o Soldado da Paz sabe que é preciso seguir o seu caminho.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: