sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Sobre sexo, bebidas, homens e mulheres!


Nós, os seres humanos, amamos os exageros. Extrapolar é uma de nossas manias prediletas. Poucas coisas nos fariam mal se soubéssemos usá-las. Mas lá estamos nós, quase sempre pulando a fronteira do bom sexo e do bom senso, seguindo direto para a ruína das sensações insaciáveis que sempre querem mais e se justificam dizendo que a próxima experiência será a última. Se soubéssemos administrar os limites, nossa vida seria muito melhor. O problema é que nossa alma faminta, desesperada por realizar-se, não se contenta com um gole, com um orgasmo, com um homem, com uma mulher. Está sempre pedindo mais, e isto, por mais que o que já se tem seja suficiente para suprir as nossas necessidades mais básicas. Quando somos gratos pelo que temos, já estamos dando um passo muito importante na direção contrária aos exageros. Devemos nos satisfazer com o que temos e não nos frustrar pelo que não temos. O Soldado da Paz sabe que na vida nem tudo que é bom, faz bem!


Thiago Mendes

Um comentário:

Bella Dourado disse...

Thiago, lindo texto; simples e direto ao alvo,rs,rs

Eu sou uma pessoa abençoada! Sou feliz com o que tenho e busco ter mais dentro do necessário, futilidades muito raro, kkk, desejar as coisas dos outros, o que o marketing vende de mais moderno?? - Não não desejo nada disso.

Em resumo me senti normal, lendo este texto.

Abraços e paz.