quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Diário de um Soldado: Sobre a solidão



Todo Soldado da Paz precisa de um tempo para si mesmo. Nestes dias, ele procura ficar só – não porque está se sentindo só - mas porque deseja compartilhar as suas alegrias apenas consigo mesmo. Parar um pouco, ouvir a voz do silêncio, respirar fundo e sentir-se parte da vida, saber que se está acompanhando mesmo que não esteja com ninguém por perto, molhar os pés em algum riacho e sentir o frio da água subir por sua alma, observar o mundo inteiro à sua volta de desejar abraçá-lo por completo, mas ao mesmo ser feliz em saber que nossos limites dizem que podemos amar a todos, mas abraçar – só um de cada vez! Quando o Soldado da Paz para pra ficar só, ele descobre o quanto é forte; e descobre que até é possível viver sozinho; mas também descobre o quanto os outros são importantes em sua vida. Só aprende a valorizar um bom parceiro, quem já teve a solidão como sua melhor amiga!  

Pense nisto com carinho,

Thiago Mendes

Já se sentiu só?

Escreva para o Thiago Mendes: thiagomendes@nacaoprimitiva.com

2 comentários:

ariana disse...

Acho que todo ser humano já se sentiu só em algum momento da vida.Isso é bom desde que não permitimos que dure,desde que isso não se torne um abismo.Estar só consigo mesmo é um
ótimo momento pra se falar com Deus,
ouvir o vento , sentir o ar que respiramos.Eu me sinto só e espero
um dia sair dessa solidão.

vera lucia hermes disse...

: EU VOU COMPRAR O LIVRO DIÁRIO DE UM SOLDADO!