sexta-feira, 7 de agosto de 2009

O amor sabe dançar


Se eu chorar, me desculpe é que sinceramente não me contive.
Se eu sorrir, perdoe a minha livre bobagem de ser; é que é assim mesmo que sou.

Desculpe se desejar um pouco mais, é que às vezes exagero mesmo, e este é um dos meus piores erros: quando amo, amo demais, e quando não amo, bom simplesmente não amo.
Compreenda-me se eu me exaltar na ora do show, é que sou bastante emotivo e ainda mais quando ao lado de quem mais amo, leve seu lenço, pois provavelmente irei precisar.

Quando tocar a nossa música predileta, não me negue uma dança; sei que nunca fui um grande dançarino, mais o que significam os passos quando estamos ao lado de quem mais amamos?

Não demore muito a se arrumar, espero enquanto escrevo e escrevo enquanto espero, assim me equilibro, pois suporto uma das coisas que mais detesto fazer:esperar! Fazendo uma das quais mais amo realizar: Escrever.

Que bom que já está pronta, eu também estou...


Nenhum comentário: