sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Aprendendo a viver as diferenças


Em sua autobiografia, Mohandas Gandhi conta que, durante seu período de estudante na África do Sul, interessou-se pelos Evangelhos, e chegou a considerar seriamente a possibilidade de converter-se ao catolicismo.
Para obter maiores conhecimentos, resolveu ir até a igreja do bairro onde morava. Ali chegando, um homem lhe perguntou: “O que deseja?”
“Assistir a uma missa”, respondeu Gandhi. “E pedir alguma ajuda de Deus”.
Gentilmente, o homem lhe disse: “Por favor, vá até a igreja que se encontra a dois quarteirões daqui. Esta é só para brancos”.
Nunca mais Gandhi retornou a uma igreja.

"Pregue o tempo todo, se preciso use palavras" - São Francisco de Assis.


"Amar e saber compreender as diferenças sempre será a melhor de todas as pregações".



Thiago Mendes



Um comentário:

Pra. Fran Mendes. disse...

Otimo texto...
te amo!

Daqui pra frente!

Vai com fé que dá. Você já tem muita luz, são se ofusque. Não se acanhe com olhares de reprovação. Não se abale com comentários negativ...