segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

PARA TODA A VIDA

Stephen Hawking, autor de “Uma Breve História do Tempo”, e um dos cientistas mais brilhantes da atualidade, foi recentemente convidado para falar na Universidade de Stanford. Hawking é portador de uma doença que foi paralisando seus movimentos através dos anos. Hoje em dia só consegue mover seus olhos e um dedo. Para falar, usa um sofisticado computador, ligado a sua cadeira de rodas.
Com todas estas limitações, deu uma brilhante palestra, que terminou com as seguintes palavras:
“Eu usei apenas um dedo, e esta engenhoca que me faz falar tem apenas 550 palavras em sua memória. Se, mesmo assim, consegui explicar coisas tão sofisticadas como física quântica, jamais esqueçam que é absolutamente possível simplificar tudo nesta vida - principalmente nossos problemas. Que esta seja a principal lição desta tarde”.

Nenhum comentário: