terça-feira, 18 de novembro de 2008

UM CAMINHO SOBREMODO EXCELENTE



Não há nada tão nobre, tão excelentemente pacificador, não há nada tão frágil, nem tampouco tão forte, não há nada tão capaz de atacar e de fazer loucura, nem tão capaz de abraçar, chorar e pedir perdão, não há nada tão doce, nem tão amargo, nada tão claro e ao mesmo tempo tão escuro, não há nada tão sábio e ao mesmo tempo tão tolo, tão maduro e tão moleque, nada tão torto e tão reto, nem tão plano nem tão depressivo.
Não há nada tão capaz de começar uma guerra, nem tão capaz de acabar com ela. Nada que nos coloque lá em cima e que nos lance tão lá em baixo...

Assim, voz passo – como a filhos – a ensinar um caminho sobremodo excelente...

Um caminho chamado AMOR...

Nenhum comentário: