segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Sobre como conhecer uma pessoa!


Álih, o guia, sempre usou um tom sereno para se comunicar com seu discípulo, o jovem Jávier. Suas palavras mansas, pacientes, compreensivas, sempre chegaram aos ouvidos do aprendiz de maneira suave. Mas o velho guia parece não estar muito bem hoje. “Que noite horrível”, foram as suas primeiras palavras da manhã. “Hoje não estou com muita paciência, portanto traga logo meus biscoitos”. O velho pela primeira vez em anos parecia arrogante e estressado. “Olha Jávier”, continuou, “de uns tempos para cá você não tem evoluído absolutamente nada. Tenho medo que fique por aqui durante anos sem que aprenda as verdades mínimas para enfrentar a vida. Você é meio devagar”. O jovem respira fundo, traz os biscoitos e assume a culpa. “O senhor é um grande mestre, tem se dedicado totalmente a mim, e se não tem visto evolução, diga-me o que tenho que fazer. Me esforçarei ao máximo”. O tom do rapaz era de submissão e humildade. “Tudo bem, filho”, a voz do guia volta ao normal.  “Só estava tentando desvendar o que pensa sobre mim. Lembre-se: você jamais saberá o que alguém pensa a seu respeito agradando-a. Alfinete-a, humilhe-a, aí sim, ela dirá o que pensa a seu respeito e não aquilo que você gosta de ouvir. Vamos, rápido, temos muito trabalho hoje”.

Thiago Mendes

Nenhum comentário: